sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Richard Clayderman se apresenta neste fim de semana em São Paulo

Foto: Decca/Londres


O francês Richard Clayderman tornou-se uma estrela internacional graças a um estilo único de tocar melodias românticas com seu piano de formação clássica e com fortes influências da música pop. 


Desde os anos 1970, vendeu mais de 150 milhões de álbuns. Ele volta ao Brasil para a Turnê Romantique, baseada no CD que comemora seus 60 anos de vida e que pode ser considerada como a sua turnê de repertório mais popular. No Teatro Bradesco, as apresentações acontecem nos dias 1 e 2 de novembro, às 21h e 20h, respectivamente. Além de seus grandes sucessos também estarão incluídos no repertório: You Raise me Up, Titanic Simphony, Le Miserables e America.

Romantique, lançado pela Universal Music, é o primeiro CD do astro da música romântica instrumental após mais de uma década sem gravar, e traz como destaques a gravação original de “Ballade Pour Adeline”, seu 1º hit (de 1977) e arranjos próprios para temas cinematográficos e eruditos como “Spartacus Adagio”, “Nessum Dorma” e “Les Miserables-Medley”.

Richard, que se apresentará acompanhado por uma orquestra de cordas, ainda passa pelo Rio de Janeiro, dia 25 de outubro (Theatro Municipal), Porto Alegre, dia 31 de outubro (Teatro do Bourbon Country) e Curitiba, dia 30 de outubro (Teatro Positivo).

BIOGRAFIA

Richard Clayderman, nome artístico de Philippe Pagès, nasceu em Paris em 28 de Dezembro de 1953. O encontro com o piano aconteceu muito cedo em sua vida. O pai, professor de piano, preparou a base para o sucesso do filho e o ensinou a tocar piano desde pequeno; aos 6 anos, Richard Clayderman lia música mais que sua língua nativa, o francês.

Aos 12 anos, foi aceito no Conservatório de Música e, aos 16, ganhou seu primeiro concurso, já antevendo uma promissora carreira como pianista clássico. Entretanto, para surpresa de todos, ele colocou de lado o estudo clássico e passou a se interessar pela música contemporânea.
Nesta época seu pai ficou muito doente e não pode mais ajudá-lo financeiramente. Para sobreviver, Clayderman começou a trabalhar como músico acompanhante. "Eu gostava e pagavam bem. Foi assim que me afastei da música clássica, apesar dela ter me dado a forte base para o que faço agora".

Seu talento não deixou de ser notado e logo ele tornou-se muito procurado como músico acompanhante de grandes estrelas como Michel Sardou, Thierry LeLuron e Johnny Halliday. Quando perguntavam qual sua ambição àquela época, ele dizia, "Realmente não quero ser uma estrela, estou feliz como músico acompanhante e por tocar em grupos".

Porém sua vida mudou substancialmente em 1976, quando Olivier Toussaint, conhecido produtor de discos francês e seu sócio, Paul de Senneville, donos do selo Delphine, ouvem-no tocar. Eles procuravam um pianista para gravar a suave balada que Paul compôs para sua filha recém-nascida, Adeline, chamada "Ballade Pour Adeline". Aos 23 anos de idade, Philippe Pagès participou da audição com mais 20 candidatos e, para sua surpresa, foi o escolhido.

"Nós gostamos dele de imediato", disse Paul de Senneville, "Seu toque suave e especial ao teclado, combinado com a personalidade reservada e perfil atraente impressionou a Olivier Toussaint e a mim. Decidimos escolhê-lo imediatamente".
O nome de Philippe Pagès foi mudado para Richard Clayderman (ele adotou o sobrenome da sua avó para evitar erros de pronuncia ao seu nome verdadeiro fora da França), e o single decolou, vendendo surpreendentes 22 milhões de copias em 38 países.

"Quando fechei com ele", disse Olivier Toussaint, "eu lhe disse que se vendêssemos 10.000 singles seria maravilhoso, porque era a época da ‘disco music’ e não poderíamos apostar numa balada como vencedora. Não imaginávamos que o sucesso poderia ser tão grande".

Foi o começo do que se tornaria uma história de sucesso marcante. O estilo diferenciado de Richard Clayderman fez com que ele ganhasse o status de superstar por todo o mundo. Hoje, ele já gravou mais de mil melodias e, nas palavras de um jornalista alemão, "ele sem dúvida foi quem mais popularizou o piano pelo mundo desde Beethoven".

Richard Clayderman criou um estilo próprio através do repertório que combina sua original marca registrada com a qualidade de clássicos e pop. Ele atingiu recorde mundial em vendas de discos recebendo o incrível número de 267 discos de Ouro e 70 discos de platina.
O sucesso internacional de Clayderman levou-o a realizar 200 concertos em apenas 250 dias fora da França. "Adoro me apresentar no palco", diz ele, "porque tenho contato direto com meu público. No concerto, com meus músicos ou uma orquestra sinfônica, gosto de misturar diferentes tempos, ritmos e estilos e provocar todos os tipos de emoção”.

Desde 1978, Clayderman tem viajado por todo o mundo, levando seu estilo musical próprio pelos cinco continentes. Em 1987, realizou seu primeiro concerto na China, transmitido pela cadeia Asiavision e com audiência de mais de 600 milhões de espectadores. Durante os 15 meses seguintes, estende sua popularidade à Ásia, apresentando-se na Tailândia, Malásia, Singapura, Coréia e Taiwan.

Desde então, sua agenda inclui esta parte do mundo. Suas turnês incluem países como Escandinávia, Grécia, Sri Lanka, Malta, Alemanha, Hong Kong, México, Turquia, República Dominicana, Reino Unido, França, Brasil, Indonésia e a antiga União Soviética.

Aclamado por milhões de pessoas, "The Prince of Romance" (como foi apelidado por Nancy Reagan, ex-primeira dama dos EUA e esposa do ex-presidente americano Ronald Reagan) tem viajado o planeta como "O Pianista mais Popular do Mundo" e uma das maiores estrelas do mundo da música.

RICHARD CLAYDERMAN EM NÚMEROS – 33 ANOS DE RECORDES

Realizou mais de 2 000 concertos em todo o mundo;
Gravou mais de 1 200 títulos;
Vendeu mais de 80 milhões de álbuns;
Ganhou mais de 340 discos de platina e ouro;
Já realizou mais de 850 concertos no Japão;
Recebeu no palco mais de 50 000 buquês de flores;
Ofereceu à plateia de mais de 3 000 rosas;
Voou mais de 3 milhões de kms, ou seja, 70 vezes ao redor do mundo ou nove vezes a distância entre a Terra e a Lua;
Voou em mais de 5 000 aeronaves diferentes;
Viajou para o Japão mais de 50 vezes;
Viajou mais de 60 vezes na América do Sul;
Viajou para a China mais de 30 vezes;
Viajou para a Austrália mais de 10 vezes;
Viajou para a América do Norte mais de 20 vezes;
Tocou em 4 000 pianos diferentes;
Foi convidado para mais de 700 aparições na TV;
Se hospedou em mais de 5 000 hotéis diferentes;
Apresentou-se em concerto diante de mais de 6 milhões de espectadores;
Assinou mais de 70 000 autógrafos;
Tocou Ballade pour Adeline mais de 8 000 vezes;
Apresentou-se com:
Orquestra Filarmonica Real de Londres, Orquestra Sinfônica de Tóquio, Orquestra Sinfônica de Queensland Austrália, Orquestra Sinfônica da Nova Zelândia, Orquestra Sinfônica Beijing de Radio, Orquestra Sinfônica de Hong Kong e Orquestra Filarmônica de Xangai.
Durante o concerto de Richard Clayderman realizado no Korakuen, Estádio de Baseball de Tóquio, e no estádio de futebol Kunming da China, foram reunidos mais de 40 000 espectadores em cada concerto.

RICHARD CLAYDERMAN na turnê Romantique

Dias 01 e 02 de novembro
Sábado, às 21h
Domingo, às 20h
Teatro Bradesco - www.teatrobradesco.com.br
Piso Perdizes do Bourbon Shopping São Paulo - Rua Turiassú, 2100, 3º piso, Pompéia
Classificação etária: Livre
Duração aprox.: 115 min. (com intervalo de 15min.)

INGRESSOS Setor
Valor
Frisa 2º andar
R$ 100,00
Frisa 1º andar
R$ 140,00
Balcão Nobre
R$ 150,00
Plateia (O a W)
R$ 200,00
Plateia (A a N)
R$ 240,00
Camarote
R$ 240,00

50% de desconto para titulares do Cartão Alelo Cultura, na compra de um ingresso, pago com o Cartão Alelo Cultura (vale-cultura), adquirido somente na bilheteria do Teatro Bradesco – limitado a 100 ingressos;
-25% de desconto para cliente Bradesco, na compra de até 4 ingressos, além de um guichê exclusivo na bilheteria do teatro. Desconto válido apenas para pagamentos com os cartões Bradesco;
-25% de desconto para usuário dos cartões Zaffari Card e Bourbon Card, na compra de até 2 ingressos por titular do cartão na bilheteria do teatro;
-10% de desconto para titulares do Cartão Alelo Cultura, na compra de um ingresso, pago com o Cartão Alelo Cultura (vale-cultura), adquirido somente na bilheteria do Teatro Bradesco.
* Descontos não cumulativos com meia entrada e outras promoções, limitado até 200 ingressos de cada sessão/espetáculo.
ATENÇÃO: Não será permitida a entrada após o início do espetáculo.
Capacidade: 1439 pessoas
Acesso para deficientes
Estacionamento: Self – Primeirasduas horasR$ 9,00
HoraadicionalR$ 2,00
Valet –Primeira hora R$ 14,00
Hora adicional R$ 10,00
Motos–Primeiras duas horas R$ 9,00
Hora adicional R$ 2,00
Vendas: Ingresso Rápido: 4003-1212 www.ingressorapido.com.br
Bilheteria Teatro Bradesco: Piso Perdizes do Bourbon Shopping São Paulo - Rua Turiassú, 2100, 3º piso, Pompéia/ Horário de funcionamento: Domingo a Quinta das 12h às 20h, Sexta e Sábado das 12h às 22h.

Não perca tempo. Programe-se!



Fonte: Teatro Bradesco